Artesanato é destaque na 33ª edição da Marejada

Exposição fica no segundo piso do Centreventos.

O artesanato é mais uma das diversas atrações da Marejada. Nesta 33ª edição, mais de 80 artesãos da Associação dos Artesãos de Itajaí, da Culturada e do Centro Público de Economia Solidária são os responsáveis pela exposição das artes. As vendas acontecem no piso superior do Centreventos de Itajaí.

Entre os destaques de vendas estão as lembrancinhas inspiradas na cidade de Itajaí e na Marejada. Outras opções são os imãs de geladeira, com valores que variam de R$5,00 a R$10,00, barquinhos feitos a mão com o valor em média de R$30,00, entre outros artigos feitos com gesso, costura, tricô ou crochê.

A presidente da Associação dos Artesãos de Itajaí, Sônia Regina Soares, participa da Marejada há 28 anos e a cada edição o grupo cria muita expectativa para festa. “Todo ano nós esperamos muito para chegar outubro por conta da Marejada, produzimos muito com a linha marítima que é o que diz com nossa cultura popular”, explica. Ela também afirma que a anualmente ano o público da festa está cada vez maior e mais interessado no artesanato.

Outra atração do local é um tear manual que utiliza resíduos têxteis das fábricas de tecido para fazer tapetes. O artesão Ludimar Luiz Assoni explica como é feita a reutilização dos resíduos e ensina como fazer os tapetes por meio de uma oficina. Além de produzir também são vendidos os tapetes já prontos nos valores entre R$15,00 a R$50,00.

O artesanato está presente em todas as edições da Marejada com vendas desde pedras, sementes, colares e bijuterias, até quadros de pintura, roupa de cama, perfumaria, sapatos, objetos de decoração, faixas para cabelo, entre outros artigos de lembrança.