Saiba como aproveitar a única festa de outubro com acessibilidade plena

33ª Marejada de Itajaí dispõe de cardápios, espaços e atendimento inclusivos.

Antes mesmo de entrar no Pavilhão Gastronomia, o visitante com algum tipo de necessidade especial já é acolhido na 33ª Marejada de Itajaí. O Balcão da Acessibilidade está na entrada da festa e disponível para apresentar as opções inclusivas. Intérprete de Libras, mesa tátil, cardápios em audiodescrição, auxílio para deficientes intelectuais e cadeiras de rodas são disponibilizados aos visitantes.

Além do balcão, a pessoa com deficiência também pode se identificar e solicitar o atendimento nos restaurantes, balcões de bebidas e espaço Kids. Os trabalhadores da festa, assim como os efetivos de segurança, foram orientados pelo Conselho Municipal de Direitos da Pessoa com Deficiência de Itajaí (Comadefi), parceiro da Secretaria de Turismo na iniciativa.

acessibilidade é um dos pilares da festa, além do ambiente familiar e da sustentabilidade. A Marejada criou um Plano de Acessibilidade de acordo com as orientações do Comadefi. “No ano passado, nós propomos um Plano de Acessibilidade para a Marejada junto ao Turismo. E devido ao sucesso que tivemos, neste ano estamos de volta com a iniciativa”, destaca a Comadefi, Bianca Reimão.

O itajaiense Iradi Varela Ramos Júnior veio até a Marejada sem saber da iniciativa, mas acabou se beneficiando. “Estou muito satisfeito, porque a minha mãe pode curtir a festa desde cedo”, disse. Ele e a mãe Anita de Jesus da Silva, que quebrou o fêmur e têm dificuldade de se locomover, ficaram até quase o final da festa. “Achei ótimo, pude aproveitar tudo. Fui até no chapéu mexicano e ele queria me levar na montanha russa, mas achei demais para mim”, contou a visitante de 71 anos. Iradi afirma que só conseguiu aproveitar a festa graças à facilidade de locomoção pelos ambientes da Marejada.

A festa também conta com acessibilidade física com rampas em todos os espaços, banheiros adaptados e corredores largos. Um espaço da escola de cães guias HKeller também está na festa. O estande trouxe os cachorros e faz um trabalho de conscientização.

“Nosso objetivo é que as pessoas conheçam nosso trabalho de entrega de cães guias gratuitamente e dar visibilidade a esta causa”, disse Daniel Bernardini, secretário executivo da HKeller. Sobre a acessibilidade na festa, Bernardini é entusiasta da ideia. “Achei uma iniciativa fantástica e muito importante. Uma ação pioneira nas festas”.

A 33ª Marejada de Itajaí segue até 20 de outubro com acessibilidade, sustentabilidade e atrações para toda a família. Nesta quinta-feira (10), os portões abrem às 18h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *