Marejada se consolida entre as festas de outubro em Santa Catarina

Público registrado no evento é o maior das últimas duas décadas

Após 13 dias de programação, a 33ª Marejada de Itajaí encerrou com recorde de público e se reafirma como uma opção de qualidade entre as festas de outubro em Santa Catarina. Reposicionado no calendário, o evento evolui a cada ano e agrega atrativos ao público. Além da gastronomia e da música, a maior festa de pescado do Brasil inovou com ações de sustentabilidade e acessibilidade. Neste ano, 235.432 pessoas visitaram a Marejada – melhor público das últimas duas décadas e o segundo maior na história da festa.

O último dia da festa contabilizou 39.873 pessoas. Ao longo da programação foram mais de 100 atrações musicais e 40 opções gastronômicas ofertadas pelos restaurantes. O público consumiu um total de 48.534 pratos. Os mais pedidos foram a sardinha na brasa (23.325 un.) e o bolinho de bacalhau (20.111 un.). Os números finais também apontam um recorde no consumo de chope nos últimos anos: foram 54.827 litros vendidos.

Novidade desta edição, a distribuição gratuita de água somou 21.875 litros, evitando o descarte de 43.750 garrafas plásticas. As ações de sustentabilidade ainda pouparam o desperdício de mais de 165.834 copos.

A 34ª Marejada já tem data marcada: de 6 a 18 de outubro de 2020.

“Nesta edição do evento conseguimos destacar as particularidades de Itajaí na cultura e gastronomia, além de garantir acessibilidade plena e conscientizar o público com ações sustentáveis. Para 2020, faremos uma festa ainda melhor com novidades na cenografia e nos ambientes”, pontua o secretário de Turismo e Eventos de Itajaí, Evandro Neiva.

> Confira a cobertura fotográfica completa da 33ª Marejada