Novo letreiro turístico de Itajaí faz sucesso na Marejada

“Bem-vindo à terra do sol e mar!” A frase que abre o hino de Itajaí ganhou agora representação turística. A Secretaria Municipal de Comunicação, em parceria com a Secretaria de Turismo e Eventos, lançou um novo letreiro com o nome da cidade. Instalado na 33ª Marejada, o equipamento tem sido atração para fotos dos visitantes.

O letreiro de oito metros de comprimento por 1,80 metro de altura traz os principais elementos que representam Itajaí. Cercada pelo rio e pelo mar, as águas azuis remetem às nossas importantes vocações portuária, pesqueira, naval e náutica. O sol coroa as belas paisagens de Itajaí, que encantam moradores e visitantes. A letra jota em formato de anzol reforça a importância econômica e cultural da pesca para a cidade.

“Além de criar um atrativo turístico, nossa proposta também é de reforçar as características mais marcantes de Itajaí. A importância do rio e do mar para a nossa economia é indiscutível, por isso esses elementos são tão presentes no letreiro”, comenta o secretário de Comunicação, Marcelo Roggia.

Confeccionado em metal galvanizado com revestimento em chapa de alumínio e acabamento em pintura automotiva, as cores das letras também seguem o padrão da bandeira do município. A base que sustenta o letreiro aponta para nossa colonização, com imitações de azulejos portugueses.

“Tendência nas grandes metrópoles de todo o mundo, os letreiros ajudam a contar a experiência da pessoa com a cidade e gera afetividade. Uma simples selfie em frente ao equipamento rende grandes histórias, divulga a cidade espontaneamente e desperta o desejo em outras pessoas de também estarem ali, de visitarem Itajaí e conhecerem todos os nossos atrativos”, avalia o secretário de Turismo, Evandro Neiva.

Depois da Marejada, o letreiro será transferido para a Praça Irineu Bornhausen após a revitalização do Largo da Matriz.

Orquestra sinfônica chilena estará na Marejada de Itajaí neste sábado

Grupo se apresentou no átrio da Prefeitura de Itajaí na tarde desta sexta-feira (11).

A Orquestra Sinfônica Juvenil Liceo Bicentenário Instituto Comercial, da cidade chilena de Linares, está em Itajaí e se apresentará na 33ª Marejada. O grupo subirá ao palco do pavilhão Gastronomia neste sábado (12) às 19h. Em um concerto antecipado, a orquestra esteve no átrio da Prefeitura de Itajaí na tarde desta sexta-feira (11) e sinalizou os acordos de irmandade do município com a cidade de Linares, no Chile.

O coordenador de Cooperação Internacional Brasil – Chile, Vanderlei De Souza, participou do evento e agradeceu à cidade e ao prefeito Volnei Morastoni pela acolhida. Na recepção dos convidados, o prefeito destacou interesse em estreitar as relações com a cidade de Linares. “Temos que promover esses intercâmbios, afinal o esporte e a música unem todas as pessoas de culturas distintas”, destacou.

A Osquestra Sinfônica Juvenil conta com 32 músicos estudantes e um coro juvenil de 16 vozes e uma equipe de cinco professores, sob a regência do maestro José Medel Faúndez. A apresentação do átrio contou com um repertório variado e uma homenagem à folclorista chilena Margot Loyola Palacios.

1º Fórum Kids de Sustentabilidade abordará temas ambientais durante a Marejada

Auditório do Centreventos receberá cerca de mil alunos na segunda (14) e quarta-feira (16).

A bandeira da sustentabilidade erguida pela 33ª Marejada também estimulará as crianças de Itajaí. A maior festa do pescado do Brasil realizará o 1º Fórum Kids de Sustentabilidade com foco em assuntos ambientais para os pequenos. Cerca de mil alunos da Rede Municipal de Ensino, do 2º ao 5º ano, são esperados para participar das atrações gratuitas. O evento ocorre na segunda (14) e quarta-feira (16), das 14h às 16h30, no Centreventos Itajaí.

O descarte do lixo, reciclagem e a problemática do lixo nos oceanos serão os temas principais. A programação inicia com uma minipalestra do Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura (Semasa). De forma lúdica e dinâmica, servidores municipais conversarão sobre a importância da água, do destino correto para o lixo e sistemas de saneamento básico.

Na sequência começa o espetáculo Somos do Mar, que trata sobre o lixo no mar e possíveis soluções em um híbrido de teatro e arte circense. Um intervalo de 30 minutos terá lanches servidos no mesmo padrão da Marejada, com redução do uso do plástico. As crianças receberão copos reutilizáveis e nenhuma embalagem será plástica.

O projeto Ebar Eco Barreira encerra as atividades do evento. O espetáculo teatral é desenvolvido por alunos da Escola Básica Antônio Ramos, orientado pelo professor Fábio Toniazzo. O projeto trabalha a educação ambiental por meio de técnicas de sustentabilidade e pretende reduzir a quantidade de lixo na bacia hidrográfica do Rio Itajaí-Açu e afluentes.

Oito unidades escolares estão confirmadas: as Escolas Básicas Melvin Jones, Professora Maria José Hülse Peixoto e Gaspar da Costa Moraes, os Centros Educacionais Pedro Rizzi, Professor Cacildo Romagnani (Caic) e do Cordeiros, o Grupo Escolar Guilhermina Buchele Muller e o Colégio de Aplicação Univali.

A intenção é que ocorra uma mudança no padrão comportamental sobre a sustentabilidade, uma vez que as mensagens assimiladas pelas crianças podem ser facilmente repassadas às famílias.

Confira a cobertura fotográfica completa da Marejada 2019.

O que comer na 33ª Marejada entre R$ 10 e R$ 40

Festa, que ocorre até 20 de outubro, tem opções saborosas para todos os gostos e bolsos

O cardápio democrático da 33ª Marejada conta com opções variadas para atender a todos os gostos e bolsos. As alternativas incluem pratos típicos com frutos do mar, além de hambúrgueres, churrasco e ainda guloseimas, como pipoca, doces portugueses e brasileiros, churros e coquinho caramelado. A festa segue até 20 de outubro no Centreventos Itajaí e a entrada é gratuita.

Com R$ 5 já é possível adquirir um dos pratos do evento: o tradicional bolinho de bacalhau. Também há opções mais elaboradas a partir de R$ 15, como a sardinha na brasa ou frita, porção de bolinhos de bacalhau ou cheesburguer. Os valores do cardápio na área gastronômica vão até R$ 55.

Outra opção é a Tasca, restaurante português da festa, que oferece pratos à base de bacalhau e a tradicional paella aos fins de semana. Os preços da Tasca variam entre R$ 20 e R$ 270.

Para ajudar na escolha, confira as alternativas do que comer na Marejada com até R$ 10, R$ 20, R$ 30 e R$ 40:

O que comer com até R$ 10
Bolinho de bacalhau (1 unid. 30g): R$ 5
Doces brasileiros: R$ 5 a unidade
Picolé R$ 6
Porção de batata rústica (100g): R$ 8
Doces portugueses: R$ 10 a unidade
Picolé R$ 10
Pipoca (grande) R$ 10
Coquinho R$ 10
Churros R$ 10
Batata chips (média) R$ 10

O que comer com até R$ 20
Picolé R$ 13
Picolé R$ 15
Açaí R$ 15
Porção de bolinhos de bacalhau (4 unid. de 30g cada): R$ 15
Sardinha na brasa (5 unidades): R$ 15
Filé de sardinha espalmada frita (4 unidades): R$ 15
Cheeseburger (230g): R$ 15
Batata chips (grande) R$ 15
Bacon Burger (260g): R$ 18
Pão com bolinho assado na churrasqueira (280g): R$ 18
Combo com cinco doces brasileiros: R$ 20

O que comer com até R$ 30
Caldinho de peixe com vinagrete de marisco (200ml de caldo e 250g de marisco): R$ 23
Pizza sachê (25cm diâmetro): R$ 23
Duplo Burger (380g): R$ 24
Caldeirada de frutos do mar (400g): R$ 25
Batata belga no cone com Lemon Pepper (500g): R$ 25
Batata canoa com molho de queijo cheddar e bacon crispy (650g): R$ 28
Porção de mini pastéis de bacalhau e camarão (6 unid.): R$ 30
Risoto de camarão (420g): R$ 30
Porção de bolinhos de siri e camarão (300g): R$ 30

O que comer com até R$ 40
Bacalhau às natas (370g): R$ 33
Risoto de filé mignon com queijo coalho (420g): R$ 35
Paella (450g): R$ 35
Arroz de bacalhau à brasileira com ovo frito (380g): R$ 35
Churrasco, maionese, farofa, alface e tomate (550g): R$ 38
Porção de frango à passarinho com fritas (600g): R$ 38
Poke Peixeiro (350g): R$ 40
Espaguete com frutos do mar (350g): R$ 40
Isca de peixe à milanesa com fritas (500g): R$ 40

Bebidas
Chope Pilsen Germânia: R$ 10
Chope Especial Germânia (Slow bier, Ipa, Puro malte, Escuro, Sem glúten, Sem álcool, Com Vinho e Weiss): R$ 12
Chopes Artesanais de Itajaí: R$ 13
Combo com 03 Especiais Germânia: R$ 30
Combo com 05 Pilsen Germânia: R$ 45
Refrigerante: R$ 6
Suco: R$ 8
Energético: R$ 20

Artesanato é destaque na 33ª edição da Marejada

Exposição fica no segundo piso do Centreventos.

O artesanato é mais uma das diversas atrações da Marejada. Nesta 33ª edição, mais de 80 artesãos da Associação dos Artesãos de Itajaí, da Culturada e do Centro Público de Economia Solidária são os responsáveis pela exposição das artes. As vendas acontecem no piso superior do Centreventos de Itajaí.

Entre os destaques de vendas estão as lembrancinhas inspiradas na cidade de Itajaí e na Marejada. Outras opções são os imãs de geladeira, com valores que variam de R$5,00 a R$10,00, barquinhos feitos a mão com o valor em média de R$30,00, entre outros artigos feitos com gesso, costura, tricô ou crochê.

A presidente da Associação dos Artesãos de Itajaí, Sônia Regina Soares, participa da Marejada há 28 anos e a cada edição o grupo cria muita expectativa para festa. “Todo ano nós esperamos muito para chegar outubro por conta da Marejada, produzimos muito com a linha marítima que é o que diz com nossa cultura popular”, explica. Ela também afirma que a anualmente ano o público da festa está cada vez maior e mais interessado no artesanato.

Outra atração do local é um tear manual que utiliza resíduos têxteis das fábricas de tecido para fazer tapetes. O artesão Ludimar Luiz Assoni explica como é feita a reutilização dos resíduos e ensina como fazer os tapetes por meio de uma oficina. Além de produzir também são vendidos os tapetes já prontos nos valores entre R$15,00 a R$50,00.

O artesanato está presente em todas as edições da Marejada com vendas desde pedras, sementes, colares e bijuterias, até quadros de pintura, roupa de cama, perfumaria, sapatos, objetos de decoração, faixas para cabelo, entre outros artigos de lembrança.

Time de vela de Itajaí vence a 2ª Regata Marina Itajaí Marejada

Prova largou em Florianópolis com chegada no píer da festa, em Itajaí.

A 2ª edição da Regata Marina Itajaí terminou com saldo positivo para o time que carrega o nome da cidade, o Itajaí Sailing Team. Neste sábado (12), 32 veleiros largaram de Florianópolis e como destino final o píer da 33ª Marejada. A regata integra a 6ª etapa da Copa Veleiros de Santa Catarina, a última etapa do Campeonato Estadual de Oceano e a programação da festa mais popular de Itajaí.

A prova organizada pelo Iate Clube de Santa Catarina – Veleiros da Ilha e pela Marina Itajaí tem o apoio do Município de Itajaí por meio da Secretaria de Turismo conta e um percurso de 35 milhas náuticas, o equivalente a 65 km de distância.

Itajaí Sailing Team, time que representa a cidade na competição, foi a primeira embarcação a cruzar a linha de chegada, ganhando o título de “fita azul”. O time foi campeão das edições de 2015, 2016 e 2017 e 2018, quando a competição passou a ser reconhecida pelo nome “Regata Marina Itajaí Marejada”, se tornando pentacampeão. O pódio da 2º Regata Marina Itajaí Marejada foi completado pelos barcos Corta Vento (2º colocado) e Absoluto (3º lugar).

“A regata foi muito técnica por conta das condições climáticas, mas fizemos uma boa prova e mais uma vez representamos Itajaí. Foi muito gratificante ser recebido no píer da Marejada”, disse Alexandre Santos, capitão do Itajaí Sailing Team.

Na tarde de feriado, o público que acompanhava a festa pode participar da recepção do barco “fita azul” e da entrega de premiação à tripulação do veleiro Itajaí Sailing Team. A Regata Marina Itajaí Marejada tem como objetivo difundir a cultura náutica itajaiense e auxiliar na cidade considerada o polo náutico do Brasil.

Marejada 2019 se destaca pela segurança e organização

Público pode visitar a festa gratuitamente até 20 de outubro

Gastronomia típica, chope gelado, muita música, atrações culturais e diversão para as crianças. Tudo isso aliado à segurança e organização. A Marejada 2019 segue até o dia 20 de outubro como ponto de encontro das famílias de toda a região.

Para garantir que os visitantes aproveitem ao máximo com tranquilidade, a Secretaria Municipal de Turismo e Eventos investiu em segurança novamente nesta edição. Na entrada do Centreventos foram instaladas duas torres com detectores de metais, 26 câmeras estão espalhadas pela festa com monitoramento 24 horas e mais de 90 profissionais de segurança trabalham na Marejada.

Além da segurança privada dentro da festa, contratada por meio de licitação, a Marejada 2019 conta com o apoio das forças policiais. A Polícia Militar faz rondas ostensivas no entorno do Centreventos e nos acessos à festa. A Polícia Civil estará de plantão durante todos os dias da Marejada para atender a comunidade. Casos de perda de documentos, por exemplo, devem ser registrados na unidade móvel.

A festa conta também com o apoio da Secretaria de Segurança de Itajaí por meio da Guarda Municipal, Coordenadoria de Trânsito (Codetran) e o Grupo de Apoio Preventivo (GAP).

Chopp artesanal amplia variedades e sabores da Marejada de Itajaí

Nove cervejarias itajaienses trazem 26 estilos da bebida para a festa.

A 33ª Marejada disponibiliza nesta edição novos sabores itajaienses também nos chopps artesanais. São nove cervejarias de Itajaí presentes no Pavilhão Gastronômico com 26 estilos da bebida mais consumida no mês de outubro em Santa Catarina. Os empreendimentos ganharam um espaço exclusivo para receber os apreciadores de chopp artesanal.

Os chopps artesanais são comercializados em preço único de R$ 13 e o ticket é adquirido nos caixas e nos totens de autoatendimento na opção chopp artesanal. Esta é a primeira edição com espaço exclusivo para as cervejarias itajaienses. Alzira Beer, Beer Bro, Faroeste, Green Coast, Itajahy, Notorious, Oggin, Samuray e Sarcástica comercializam 26 estilos da bebida. São opção como Pilsen, Weissbeer, IPA, APA, Porter, Witbier, Catharina Sour Kiwi, Catharina Sour Cupuaçu, Neipa, American Lager, Belgian Rye Pale Ale, New England IPA, Rosé Brut IPA.

O visitante Marco Aurélio Streit só aprecia chopp e cervejas artesanais ou puro malte. Para ele, a presença das cervejarias artesanais foi “uma surpresa muito agradável”. “Antes só era oferecido o chopp da fornecedora da festa e agora temos essa oportunidades para os apreciadores”, complementa.

Para Rafael Günther, cervejeiro e proprietário da Sarcástica Crazybeer, a iniciativa dos organizadores da Marejada é sensacional. “É de grande proveito e benefício para os visitantes conhecerem as cervejarias de Itajaí na maior festa da cidade”, avalia Günther. Ricardo Winter, cervejeiro e proprietário da Alzira Beer, aprovou a iniciativa dos organizadores em realizar o convite para os empreendedores locais.

Além dos chopes artesanais, a Marejada 2019 conta com opções oferecidas pela operadora de bebidas oficial da festa, a Germânia. O chope Pilsen custará R$ 10 e os especiais (IPA, sem glúten, com vinho e outros) por R$ 12 cada. As bebidas serão servidas nos copos retornáveis de 400 ml.

Bicicletário da Marejada é gratuito e oferece 150 vagas ao público

Número foi triplicado em comparação com a edição de 2018

A zica, fiel escudeira dos itajaienses, tem espaço especial na 33ª Marejada. O público que vem curtir a festa peixeira encontra um bicicletário com 150 vagas gratuitas, onde os veículos são guardados em segurança pela equipe do evento. O serviço se torna um diferencial da Marejada em relação às outras festas típicas de Santa Catarina, além de funcionar todos os dias até 23h45.

A Secretaria Municipal de Turismo e Eventos triplicou o número de vagas em relação a 2018 para atender a demanda da comunidade que utiliza a bicicleta como meio de transporte.

“A gente pratica bastante o ciclismo e poder vir à Marejada de bicicleta é maravilhoso. Nos dá sensação de segurança, liberdade e de que estamos ajudando o meio ambiente”, comenta Marcos Pereira, morador do bairro Fazenda, que veio prestigiar o evento neste sábado (12). A esposa Andréia Bastos e o filho Marcos Gabriel também vieram de bike.

O bicicletário fica no lado direito da entrada do Centreventos Itajaí (Avenida Ministro Victor Konder, 303, Fazenda). Um profissional atende a pessoa e realiza o registro com nome completo e telefone. Logo após, um adesivo é fixado no assento da bicicleta para controle operacional e outra ficha com número é entregue ao proprietário. Assim que a pessoa termina de festejar, pode retirar a zica com a entrega da ficha.

O espaço possui duas tendas, estruturas metálicas no solo para estacionar e ganchos de aço em volta das tendas para pendurar as bicicletas. Assim que a capacidade de 70 veículos é atingida, o profissional responsável posiciona outras estruturas metálicas atrás das tendas, embaixo da estrutura do Centreventos. Desta forma, oitenta novas vagas ficam à disposição.

Sexta-feira (11), quarto dia de Marejada, foi o período com maior número de bicicletas no serviço até o momento: 125 foram guardadas ao longo do dia.

Tasca traz culinária e música portuguesa para a 33ª Marejada

Cardápio traz opções a partir de R$ 22.

A 33ª edição da Marejada oferece mais da cultura portuguesa com a Tasca. O restaurante apresenta a culinária típica de Portugal, com fado ao vivo e decoração rústica que lembra os antigos restaurantes de portugueses.

O menu varia de R$ 22 a R$ 270 com entradas, saladas, sobremesas e comidas típicas de Portugal como o bacalhau e frutos do mar. Durante exclusivamente aos fins de semana também é servida a paella. O prato de 500g custa R$ 60.

Em dias de semana a Tasca funciona das 18h à meia-noite, já nos fins de semana o restaurante abre das 10h à 1h. Todos os dias também tem happy hour das 18h às 20h com 15% de desconto.

Além disso, durante todas as noites as artistas Célia Pedro e Fátima Fonseca apresentam o tradicional fado para trazer o clima português. O restaurante fica localizado na parte exterior do Centreventos, próximo ao parque de diversões.