Materiais recicláveis da 33ª Marejada serão reaproveitados pela indústria como matéria-prima

Central de Resíduos Sólidos realiza a separação de todo o lixo produzido na festa

Quem visita a 33ª Marejada logo se impressiona com a limpeza do evento. Não é para menos, com a política de sustentabilidade para redução do plástico descartável, a festa também tem a própria Central de Resíduos Sólidos. Diariamente os materiais são separados entre orgânicos, rejeitos e recicláveis para a destinação correta. A medida permitirá que os resíduos sejam reaproveitados pela indústria local como matéria-prima.

O cuidado com o lixo começa nos bastidores. A equipe de limpeza da festa passou por um treinamento para separar corretamente o lixo das mesas – o objetivo é não misturar ou sujar os materiais potencialmente recicláveis. Nos restaurantes a separação também é uma exigência da organização da Marejada.

De dentro da festa, os materiais vão para a Central de Resíduos Sólidos, montada atrás do palco Sardinha na Brasa, e comandado pela Cooperativa dos Coletores de Material Reciclável (Cooperfoz). Lixo orgânico e rejeitos vão para o aterro sanitário. Já os resíduos recicláveis, após a separação pela equipe, são colocados em tonéis identificados e levados para a cooperativa.

Ao final desta edição da Marejada, a eficiente coleta seletiva do lixo vai permitir que os resíduos sólidos virem matéria-prima para a indústria local. A Cooperfoz tem uma parceria com empresas para devolver à cadeia produtiva os resíduos que seriam descartados – é o que chamamos de economia circular.

“Desenvolvemos um plano para gerenciamento dos resíduos sólidos com o objetivo de potencializar o reaproveitamento dos materiais descartados na festa. Só irá para o lixo aquilo que realmente não puder ser reaproveitado. Além de todo o ganho ambiental, ainda contribuímos com a geração de emprego e renda para pessoas que trabalham com a reciclagem”, afirma a engenheira responsável pela Central de Resíduos, Audrey Nührich Ferrão Flamia.

33ª Marejada encerra com recorde de público

A Marejada 2019 encerrou neste domingo (20) com gosto de quero mais. Foram 13 dias de programação com muita música, gastronomia, diversão, acessibilidade e sustentabilidade. A 33ª edição registrou recorde de público: mais de 235 mil pessoas visitaram o evento – em torno de 27 mil a mais em relação à 2018 e o melhor resultado dos últimos 10 anos. Para o próximo ano, a maior festa do pescado do Brasil já tem data marcada, de 6 a 18 de outubro.

“A Marejada se reafirma como uma opção de qualidade entre as festas de outubro em Santa Catarina, destacando as particularidades de Itajaí na cultura e gastronomia. Tivemos muito cuidado e respeito para tornar a festa acessível para todos e inovamos retirando o plástico descartável da festa. Quem esteve aqui nestes 13 dias com certeza saiu impactado com a experiência e estes diferenciais”, afirma o secretário de Turismo e Eventos de Itajaí, Evandro Neiva.

O dia de maior movimento foi o sábado (19) quando a festa recebeu 42.378 pessoas. Até a data, mais de 195 mil tinham passado pela Marejada. Com o público deste domingo (20), a festa atingiu um total de 235.432 visitantes. Para o secretário de Turismo, neste ano a população permaneceu mais tempo no evento aproveitando as atrações e o ambiente.

“A Marejada proporcionou um entretenimento familiar, tranquilo, seguro e limpo. Não tivemos nenhuma ocorrência durante o evento”, pontua Neiva. “Para 2020 faremos uma festa ainda melhor com novidades na cenografia, na acessibilidade e espaços para crianças”, completa.

Diferenciais

Primeiro evento de entretenimento do país sem plástico descartável, a 33ª Marejada inovou ao adotar embalagens recicláveis e talheres de madeira na área gastronômica. Também colabora com o meio ambiente usando copos ecológicos e distribuindo água gratuitamente para eliminar o uso de garrafas plásticas.

As ações sustentáveis ainda evitaram o descarte de mais de 142 mil copos, o que garantiu um evento extremamente limpo e organizado. A Central de Resíduos Sólidos ainda separou os materiais coletados entre orgânicos, rejeitos e recicláveis para a destinação correta. A medida também permitirá que os resíduos sejam reaproveitados pela indústria local como matéria-prima.

A 33ª Marejada de Itajaí também é o primeiro evento de entretenimento de Santa Catarina a garantir acessibilidade plena para pessoas com algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida. A festa disponibilizou balcão de acessibilidade, intérpretes de LIBRAS, cardápios em audiodescrição, auxílio para deficientes intelectuais, cadeiras de rodas e mesa tátil para cegos, além de toda acessibilidade na estrutura física para assegurar a segurança dos visitantes, como banheiros acessíveis e estacionamento.

“A Marejada evolui a cada ano. Em 2019, conseguimos entregar um evento acessível, sustentável e cultural muito bem organizado, consolidando a festa no calendário de outubro e atraindo milhares de turistas para nossa cidade, além de reforçar o amor dos itajaienses por essa festa”, ressalta o prefeito Volnei Morastoni.

O público pôde escolher ainda os seus pratos preferidos no 1º Concurso Gastronômico da Marejada. Neste domingo (20), foi anunciado o campeão da votação popular: o risoto de filé mignon com queijo coalho do restaurante Chef Ricardo com 2.019 votos (57%). Em segundo lugar, ficou o mix de grelhados do mar do Bokerão Dupera com 1.298 votos (39%). Ao todo, foram contabilizados 3.542 votos no site oficial da festa.

Ainda na gastronomia, até sábado (19), foram vendidos mais de 42 mil pratos. Entre os preferidos do público estão a sardinha na brasa, com mais de 19 mil pratos vendidos, e o bolinho de bacalhau, com mais de 15 mil unidades comercializadas. O consumo de chope na festa também bateu recorde, foram vendidos mais de 47 mil litros.

Marejada se consolida entre as festas de outubro em Santa Catarina

Público registrado no evento é o maior das últimas duas décadas

Após 13 dias de programação, a 33ª Marejada de Itajaí encerrou com recorde de público e se reafirma como uma opção de qualidade entre as festas de outubro em Santa Catarina. Reposicionado no calendário, o evento evolui a cada ano e agrega atrativos ao público. Além da gastronomia e da música, a maior festa de pescado do Brasil inovou com ações de sustentabilidade e acessibilidade. Neste ano, 235.432 pessoas visitaram a Marejada – melhor público das últimas duas décadas e o segundo maior na história da festa.

O último dia da festa contabilizou 39.873 pessoas. Ao longo da programação foram mais de 100 atrações musicais e 40 opções gastronômicas ofertadas pelos restaurantes. O público consumiu um total de 48.534 pratos. Os mais pedidos foram a sardinha na brasa (23.325 un.) e o bolinho de bacalhau (20.111 un.). Os números finais também apontam um recorde no consumo de chope nos últimos anos: foram 54.827 litros vendidos.

Novidade desta edição, a distribuição gratuita de água somou 21.875 litros, evitando o descarte de 43.750 garrafas plásticas. As ações de sustentabilidade ainda pouparam o desperdício de mais de 165.834 copos.

A 34ª Marejada já tem data marcada: de 6 a 18 de outubro de 2020.

“Nesta edição do evento conseguimos destacar as particularidades de Itajaí na cultura e gastronomia, além de garantir acessibilidade plena e conscientizar o público com ações sustentáveis. Para 2020, faremos uma festa ainda melhor com novidades na cenografia e nos ambientes”, pontua o secretário de Turismo e Eventos de Itajaí, Evandro Neiva.

> Confira a cobertura fotográfica completa da 33ª Marejada

Baile da Melhor Idade é atração nesta sexta-feira (18) na Marejada

Fim de semana está repleto de atrações em Itajaí.

A agenda cultural deste fim de semana em Itajaí conta com uma atração especial para os idosos. A 33ª Marejada realiza nesta sexta-feira (18) o Baile da Melhor Idade. Das 13h às 17h30, o pavilhão Gastronomia do Centreventos abrirá para animar o público da terceira idade e dar início ao último fim de semana da maior festa do pescado do Brasil.

Para abrir o baile, a primeira atração será o Grupo Itagaita com os sucessos da música gauchesca, sertanejo e música campeira. Na sequência, a banda Fios de Prata se apresenta com o melhor da música portuguesa. Encerrando o Baile da Melhor Idade, Rogério Blum e Banda animarão o público. Toda comunidade está convidada para o evento, em especial os grupos de idosos da cidade.

Alguns restaurantes e o bar do pavilhão central também estarão abertos para atender os visitantes. Logo após a festa, o evento abre normalmente com programação até 1h30. A 33ª Marejada segue até o domingo (20) com entrada gratuita e a programação completa pode ser conferida aqui.

1º Desafio Tecnológico Marejada premia três projetos com soluções inovadoras

Doze grupos desenvolveram ideias e disputaram o evento inédito.

Sustentabilidade, acessibilidade e inovação. Os três pilares do 1º Desafio Tecnológico Marejada nortearam projetos de acadêmicos e profissionais da área da tecnologia para melhorias na maior festa do pescado do Brasil. Nesta quinta-feira (17), doze equipes entraram na disputa e as três melhores ideias foram premiadas no Centreventos de Itajaí.

Os grupos RoyalTECH (1º), TECPeixe (2º) e TONAL (3º) formaram o pódio do evento depois de analisados por uma banca de cinco avaliadores. O primeiro lugar recebeu a premiação de R$ 3 mil, o segundo ganhou R$ 2 mil e o terceiro foi premiado com R$ 1 mil. Cada grupo teve o prazo de sete dias para desenvolver os projetos e agora os três primeiros colocados terão a chance de colocar as ideias em prática com os prêmios.

“A ideia do nosso projeto de Gestão de Fluxo, ou fila, surgiu depois que frequentamos a Marejada. Com o software, a pessoa pode avaliar os serviços da festa e contribuir para a redução do tempo de espera de acordo com a sua experiência”, destaca Lea Galvão Bento, uma das idealizadoras do projeto vencedor. O grupo RoyalTECH também é formado por Robson Maia, Sigmundo Preissler Junior, Daniel Paulo Weise e Gabriel Pagelkopf.

O grupo TECPeixe desenvolveu um aplicativo que agrupa as opções gastronômicas da Marejada, em que os usuários podem avaliar os pratos e enviar feedbacks para os restaurantes. Já o grupo TONAL focou em pessoas com deficiência auditiva para transformar o celular, por meio de um aplicativo, em um aparelho que melhora a audição do indivíduo que prestigia a festa.

Os doze grupos eram formados, em sua maioria, por publicitários, programadores, cientistas de dados, líderes de TI, analistas de sistemas, desenvolvedores e designers.

O 1º Desafio Tecnológico Marejada é promovido pela Secretaria de Turismo e Eventos de Itajaí, em parceria com a Univali e com apoio do Núcleo de Tecnologia e Inovação da Associação Empresarial de Itajaí (ACII) e do Sebrae.

33ª Marejada conscientiza quase mil crianças no 1º Fórum Kids de Sustentabilidade

Programação contemplou sete escolas da Rede Municipal de Ensino

A 33ª Marejada estendeu a conscientização ambiental também às crianças de Itajaí. Com o 1º Fórum Kids de Sustentabilidade, realizado na segunda (14) e quarta-feira (16), cerca de 950 estudantes de sete escolas da Rede Municipal de Ensino aprenderam mais sobre maneiras de preservar o meio ambiente. Toda a programação do evento seguiu a ideia de redução do uso de plástico.

“Nossa geração é poluída pelo plástico, então vejo que as crianças serão as responsáveis pela condução da sustentabilidade. Esse evento pioneiro em Itajaí veio para agregar no pensamento de preservação do meio ambiente como um todo”, reforça Evandro Neiva, secretário municipal de Turismo e Eventos.

Palestra do Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura (Semasa), espetáculo teatral do projeto Ebar Eco Barreira e a peça Somos do Mar envolveram os pequenos em temáticas de redução do lixo. Lanches de embalagem sustentável e copos ecológicos também foram entregues. Alunos entre o 2º e 5º ano dos Centros Educacionais Pedro Rizzi e Professor Cacildo Romagnani (Caic) participaram das atividades.

Material gráfico do Semasa

Durante o fórum, foram distribuídos os primeiros exemplares das revistas e jogo de tabuleiro criados pelo Semasa para ações de educação socioambiental. Intitulado A Última Gota do Mundo, o material gráfico conta a história da personagem Gotita e amigos e tem as estações de tratamento de água e esgoto de Itajaí como cenário.

De forma lúdica, a criança aprende a cuidar dos recursos hídricos com atividades de colorir e jogos. As próximas distribuições serão em palestras realizadas nas escolas nos próximos meses.

O 1º Fórum Kids de Sustentabilidade é uma realização do Município de Itajaí, por meio das Secretarias Municipais de Turismo e Eventos, Educação e Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura (Semasa). O Supermercado Angeloni apoia o evento.

Cardápios e programação da Marejada de Itajaí estão disponíveis em QR Code

Saiba como utilizar o serviço disponibilizado pela festa

As artes de QR Code da 33ª Marejada de Itajaí são diferenciais nos pavilhões Gastronomia e Sardinha na Brasa. Com o celular em mãos, qualquer visitante pode acessar o cardápio e a programação da festa. Basta apontar a câmera para o código disponível em todas as mesas e acessar as informações.

O visitante que não tem essa opção disponível na câmera, pode baixar um aplicativo de leitura de QR Code. O QR Code é uma modalidade diferente do código de barras. Ele utiliza códigos com informações legíveis no plano horizontal e vertical, popularizado em festas, restaurantes e campanhas publicitárias.

Desde o início da Marejada, os links de QR Code já registraram 6.566 acessos. O destaque é o cardápio com a descrição dos ingredientes que obteve quase cinco mil acessos nos sete primeiros dias de festa.

O chefe de cozinha André Felipe Esteves já utilizou QR Code em diferentes ocasiões. Na noite desta segunda (14), ele estava escolhendo o seu prato e ajudando os acompanhantes na mesa. “Achei muito interessante essa possibilidade”, disse André.

Os códigos de QR Code da 33ª Marejada de Itajaí encaminham o visitante para um link na página oficial da festa na internet. A programação e o cardápio estão em códigos diferentes, dispostos um ao lado do outro nas mesas da festa.

Grupos apresentam projetos do 1º Desafio Tecnológico Marejada nesta quinta-feira (17)

Três primeiros colocados receberão premiação em dinheiro

O público vai conhecer nesta quinta-feira (17) os projetos que participam do 1º Desafio Tecnológico Marejada. Ao todo, 12 grupos de acadêmicos e profissionais da área da tecnologia se inscreveram no evento e apresentarão para uma banca avaliadora soluções criativas e inovadoras para a festa. A organização premiará os três melhores projetos desenvolvidos.

O Desafio Tecnológico começou no dia 10 de outubro, quando os grupos receberam uma palestra com orientações e puderam esclarecer dúvidas. Cada grupo tem prazo de sete dias para desenvolver um projeto que contemple uma das três temáticas do evento: sustentabilidade, acessibilidade e inovação.

Os participantes deverão propor soluções para a Marejada, como um aplicativo, software ou jogo, para que a maior festa do pescado do Brasil avance ainda mais nestes assuntos através da tecnologia. Estão inscritos participantes de Itajaí, Itapema, Palhoça, Joinville, São João Batista e Balneário Camboriú.

Nesta quinta-feira (17), a partir das 13h30, os 12 grupos farão uma apresentação curta, de até quatro minutos, sobre as soluções criadas para uma banca avaliadora. A ordem das apresentações das equipes será definida através de sorteio e ocorrerá no pavilhão principal do Centreventos Itajaí.

Os jurados vão avaliar os seguintes critérios: criatividade e inovação (25%), qualidade técnica (25%), viabilidade (25%) e aplicabilidade (25%). O melhor projeto, com maior pontuação nos critérios estabelecidos, receberá premiação de R$ 3 mil, o segundo colocado será premiado com R$ 2 mil e o terceiro lugar ganhará R$ 1 mil.

O 1º Desafio Tecnológico Marejada é promovido pela Secretaria de Turismo e Eventos de Itajaí, em parceria com a Univali e com apoio do Núcleo de Tecnologia e Inovação da Associação Empresarial de Itajaí (ACII) e do Sebrae.

Confira as equipes participantes:
1. RoyalTECH
2.Pegada Leve
3. Waste Down
4. Grain Diamond
5. TONAL
6. Localiza
7. Cá entre nós
8. OpineAqui
9. Eureka
10. 3R (Reciclar, reduzir e reutilizar)
11. Panthro Tech
12. TecPeixe

1º Fórum Kids de Sustentabilidade da Marejada reúne 500 crianças da Rede Municipal de Ensino

Evento terá segundo dia de atividades na quarta-feira (16)

A preocupação com o meio ambiente foi despertada em 500 crianças da Rede Municipal de Ensino durante o 1º Fórum Kids de Sustentabilidade. A iniciativa inédita da 33ª Marejada ocorreu nesta segunda-feira (14) com a realização de duas peças teatrais e uma palestra. O segundo dia de fórum será na quarta-feira (16), das 14h às 16h30, no Centreventos, quando outras 500 crianças de Itajaí participarão da atividade.

As Escolas Básicas Melvin Jones, Professora Maria José Hülse Peixoto e Gaspar da Costa Moraes, o Centro Educacional do Cordeiros e o Grupo Escolar Guilhermina Buchele Müller estiveram presentes com alunos e professores do 2º ao 5º ano. Na quarta-feira (16), será a vez dos Centros Educacionais Pedro Rizzi, Professor Cacildo Romagnani (Caic) e o Colégio de Aplicação Univali.

“Gostei das atividades de hoje, vou começar a cuidar mais do lixo para que ele não polua nossa cidade e os rios. Quero passar o que falaram para meus pais em casa também”, afirma Guilherme Soares Silva Rodrigues de Moraes, aluno de oito anos do Centro Educacional do Cordeiros.

As atividades começaram com uma palestra de Vitor Silvestre, diretor de Saneamento do Semasa. Em aproximadamente 30 minutos, foi abordada a importância da água, do destino correto para o lixo e sistemas de saneamento básico. O projeto Ebar Eco Barreira veio na sequência com um espetáculo teatral desenvolvido por alunos da Escola Básica Antônio Ramos, orientado pelo professor Fábio Toniazzo.

A atração envolveu o público no tema da educação ambiental por meio de técnicas de sustentabilidade para reduzir a quantidade de lixo na bacia hidrográfica do Rio Itajaí-Açu e afluentes. Os estudantes da escola interagiram com o público presente com perguntas e respostas ao fim da apresentação.

Para finalizar, o espetáculo Somos do Mar encantou a todos com acrobacias e frases marcantes sobre o lixo no mar. Dois atores instigaram os alunos a adotarem soluções ambientais em um híbrido de teatro e arte circense.

Lanche sustentável
Durante o fórum, houve uma pausa para o lanche das crianças. Foram distribuídas lancheiras ecológicas com maçã, suco, cupcake de chocolate, pão de queijo e duas esfirras de carne.

A embalagem de papel kraft continha jogos de labirinto e dos sete erros. Um copo de 300 ml da Marejada também foi entregue para as crianças levarem para casa e aderirem à bandeira da sustentabilidade.

Os lanches entregues pelo Supermercado Angeloni não possuíam embalagens plásticas, respeitando a bandeira de redução do lixo plástico descartável na Marejada.

O 1º Fórum Kids de Sustentabilidade é uma realização do Município de Itajaí, por meio das Secretarias Municipais de Turismo e Eventos, Educação, Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura (Semasa). O Supermercado Angeloni apoia o evento.

33ª Marejada já distribuiu mais de 13 mil litros de água gratuitamente

Número foi atingido nos seis primeiros dias do evento

As ações de sustentabilidade da 33ª Marejada já apresentam resultados positivos. Nos seis primeiros dias de evento, foram distribuídos gratuitamente 13.625 litros de água para os visitantes em bebedouros e filtros da empresa Europa. A medida inovadora, implantada neste ano, evitou o descarte de 27.250 garrafas e mais de 77 mil copos plásticos. A festa, que tem entrada gratuita, já recebeu mais de 94 mil pessoas até este domingo (13).

“Além do copo ecológico, das embalagens recicláveis e dos talheres de madeira, também evitamos o descarte de plásticos com o fornecimento de água gratuitamente. Tudo isso tem deixado a festa extremamente limpa e levado a mensagem da sustentabilidade para cada vez mais pessoas”, destaca o secretário de Turismo e Eventos de Itajaí, Evandro Neiva.

Ao entrar na 33ª Marejada, o visitante encontra cerca de 30 bebedouros com água purificada e gratuita. Profissionais da Europa ainda circulam pelos ambientes ofertando água em filtros portáteis para os frequentadores. O Serviço Municipal de Água e Esgoto de Itajaí (Semasa) também conta com um espaço no evento com bebedouros disponíveis para o público. Até o fim da Marejada a expectativa é evitar o consumo de 900 mil copos plásticos.

Gerenciamento de resíduos
Outra estratégia importante da festa é o Plano de Gerenciamento de Resíduos, que realiza o manejo adequado dos resíduos sólidos. Durante o evento, funcionários da Cooperfoz fazem a segregação dos materiais que irão para reciclagem. Pela festa ainda estão disponíveis diversas lixeiras de papelão fornecidas pela empresa Klabin, que também é responsável pela confecção das embalagens e talheres usados na área gastronômica.

O plano de sustentabilidade da festa conta com apoio do Ministério do Meio Ambiente e reafirma o compromisso de Itajaí com o meio ambiente e com o protocolo Mares Limpos da Organização das Nações Unidas (ONU), assinado durante a regata Volvo Ocean Race, em abril de 2018.

Vendas em alta
Nos primeiros seis dias, os restaurantes da festa contabilizaram 22.654 pratos vendidos, entre os preferidos estão a sardinha na brasa e risoto de camarão, por exemplo. O consumo de chope também registrou bons números: foram vendidos mais de 25,6 mil litros.

A Marejada 2019 segue até 20 de outubro, no Centreventos Itajaí. Acesse a programação artística aqui.